Coelho com Mostarda e Compota de Frutos silvestres para McMurphy

Após um dia de trabalho, e já muito perto de casa, o alerta soou na minha cabeça:
- Meu Deus, já é dia 15, o que é que vou preparar para o jantar?!
Tinha pensado não ter ninguém lá em casa, ando num corre, corre, alucinante e sem qualquer espaço mental. Mas, cruzei-me com McMurphy e o seu ar descontraído, a sua vontade de ajudar o outro, a sua determinação, o seu espírito de aventura, a sua  inteligência e, porque não dizê-lo, o seu ar sedutor,  levou-me a apagar  as suas raízes criminosas e o convite surgiu espontaneamente. Com ele, senti que não tinha de fazer grandes cerimónias, mas sem dúvida que queria um jantar agradável.  Afinal já não nos víamos desde os anos 70!
Para entrada, optei por laranja com presunto e azeite . E, sabendo que ele não passa sem uma sopinha, fiquei em pânico, não tinha tempo para ir ao supermercado, então, abri o frigorifico e a sopa  saiu maravilhosa. Para grandes emergências tenho sempre em casa os ingredientes necessários para fazer uma deliciosa mousse , portanto, só tinha de me concentrar no prato principal, já que ele me disse de imediato que traria o vinho. 
O coelho que tinha visto na Moura era a receita base ideal. Tanto mais que tinha dois ingredientes que lhe daria um ar gourmet: o vinho que adquiri na  Enoteca de Bucelas e a Moutarde verte aux feuilles d’estragon au vinagre  que a Mafalda e a Patrícia me trouxeram da Suiça.
 
Não preciso de vos dizer que a conversa fluiu. Falámos de tudo e de nada. Mas sobretudo, falámos do limbo que é a saúde mental, interrogámo-nos sobre quem deveria estar lá dentro e de quem, estando lá dentro, deveria estar cá fora. Falámos dos preconceitos que se geram à volta das pessoas que têm as doenças mentais e que, medicamente controladas, evitam falar ou se escondem. Falámos dos que, não sendo loucos, por alguma circunstância, são apanhados no remoinho.
Sobretudo, falámos da enorme importância dos familiares e amigos, da importância do seu apoio incondicional e sem preconceitos. Ele, à semelhança de muitos outros, por não ter conseguido sair de lá, sente-se grato para com a amiga que encontrou  e a quem deu boleia e, sobretudo, pelo seu amigo  índio.
Eu estou grata a Deus, por este jantar e, não podendo concordar com o que o chefe Bromden fez, tenho de concluir que o entendo.

Coelho com mostarda e compota de frutos silvestres


Ingredientes:
·     2 pernas de coelho (confesso que só tinha em casa lombinhos)
·     2 dentes de alho
·     2 dl de vinho da madeira (utilizei um selecção de vinhos gourmet do Chef Michael)
·     sal e pimenta q.b.
·     2 colheres de sopa de farinha
·     1 colher de sopa de margarina
·     1 colher de sopa de azeite
·     2 colheres de sobremesa de mostarda
·     2 colheres de sopa de compota de framboesa
·     1 colher de sopa de salsa picada
Preparação:
Tempere o coelho com o sal, a pimenta, o alho, o vinho e deixe marinar por um bom par de horas.
Escorra bem o coelho e passe-o por farinha, aqueça o azeite e a margarina e aloure o coelho dos dois lados.
Junte então a marinada, descartando o alho, adicione a mostarda e deixe cozinhar em lume brando, se necessário junte um pouco de água, para que o molho nunca seque demasiado. No final retire o coelho, e junte a compota de frutos silvestres, mexa com uma colher, deixe fervilhar um pouco, junte de novo o coelho, polvilhe com salsa picada (também naõa tinha salsa!) e apague o lume.
Sirva com esparregado de nabiças e arroz de manteiga.

Nota: A Moura utilizou compota de framboesa

33 comentários:

  1. E que belo jantar que destes amiga....muito bem....belo post..bjs

    ResponderEliminar
  2. Mané,
    Fico taaaaaaaaaao contente por teres participado! Foi mesmo uma surpresa, e que convidado fascinante foste escolher, tb me deixou mt mt surpreendida.

    um grande abraço e muito obrigada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Ana (eu tb fiquei contente em participar)
      Um abracinho também

      Eliminar
  3. Mané, esse coelho está mesmo apetitoso, o teu convidado deve ter adorado! Confesso que nunca vi o filme, mas adorei a tua história e adoro o actor:):)
    Beijinhos:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. è um filme dos anos 70 que me marcou muito, tens de ver
      Bjs

      Eliminar
  4. Uma belo jantar para um belo convidado!

    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. foi sim Felismina, foi um bom jantar
      Beijinho

      Eliminar
  5. Um jantar bem saboroso para um convidade bem especial. Parabéns pelas escolhas.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Um belíssimo jantar com um convidado bem especial. Muito boa escolha e texto.
    Um beijinho.

    ResponderEliminar
  7. BELO JANTAR APESAR DE NÃO COMER COELHO , GOSTEI DO ASPECTO DESSE COELHO DEVE TER FICADO UMA DELICIA.
    BJS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. experimenta e verás que é bom (o coelho é muito saboroso, depois de saborear vais passar a incluir nas tua srefeições)

      Eliminar
  8. mane,
    Esse coelhinho esta com um aspeto que nem te conto... Amei os ingredientes, deve ter ficado uma maravilha : )

    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Catarina
      Sim, ficou uma delicia
      Beijinho

      Eliminar
  9. Que bom aspecto... ficou super delicioso com certeza, adorei!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. WoW que ricooo super plato!!!Me llevo la receta prestada al cuaderno de notas.
    BESITOs
    http://notasenmicocina.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Lorena
      Experimenta e verás que é muito bom
      Beijito

      Eliminar
  11. Bem original esse pratinho :)... Bem escolhido, sim sra...
    uma beijoca

    ResponderEliminar
  12. Já fiz coelho com mostarda, embora ligeiramente diferente, e gosto muito :)

    ResponderEliminar
  13. Bem interessante esse coelho, adorei seu blog, ja estou seguindo! beijinho Alice
    http://mixpistache.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  14. Belíssima escolha, Mané. Gostei tanto deste filme. Gosto de quase tudo do Jack Nicholson. Já viste "Laços de Ternura", com ele e a Shirley Maclaine? Um dos meus preferidos de todos os tempos :) Acho que ele teria aprovado a ementa :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim Jack Nicholson é realmente fabuloso. E laços de ternura não foi uma excepção na sua carreira.
      Beijinho

      Eliminar
  15. Olá!
    A+esar de não ser uma carne que tenha por hábito cozinhar, gosto bastante!! E este prato ficou fenomenal, esse molhinho está mesmo a pedir uma boa fatia de pão :)))
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Obrigada pela visita e pelo comentário:)
Se só pode optar pelo perfil "anónimo" por favor assine.
Obrigada
:):)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...